A Rota Nacional n°40 começa em “Cabo Vírgenes” na Província de Santa Cruz e chaga à “La Quiaca”, na Província de Jujuy, através de um místico caminho de 5.100 km de percorrido.

Assim como a Rodovia 66 é um símbolo dos Estados Unidos, a rodovia 40 representa o mesmo para a Argentina.

Passa por importantes destinos turísticos da Argentina e representa rápido acesso a todos eles e a 14 Parques Nacionais e 26 Reservas e Parques Provinciais. Conecta-se com 41 Passos Internacionais, atravessa 11 províncias e 5 lugares declarados “Patrimônios da Humanidade”, 13 centros de esqui e 18 rios importantes e vários outros de menor categoria.

Cruza 236 pontes, passa por aproximadamente 23 salinas e lagos, e mais de 200 cidades, povoados e lugarejos.

É a estrada mais extensa do país e transita paralelamente a majestosa Cordilheira dos Andes, coluna vertebral da Argentina.

Seu trajeto está coberto de magica, que se transforam em realidade ao percorrer toda sua extensão que vai subindo desde o nível do mar até chegar a “Abra del Acay” a 4.895 metros de altitude, fazendo desta, a estrada mais alta das Américas.

Atravessa grande parte das mais belas regiões argentinas como a Patagônia, Cuyo, o Norte do país e a região da Puna onde acampar, caminhar por trilhas, pescar, caçar, fazer rafting, caiaque, mountain bike, escalar, esquiar são algumas das atividades que fazem esta rota ainda mais interessante.

A 40 ainda não está totalmente pavimentada e transitada por 03 tipos de caminhos distintos. O clima e a solidão em alguns trechos transformam a fisionomia desta estrada, já que podemos viajar por vários quilômetros sem encontrar um carro sequer.

Aqueles que passem por esta estrada, chegam à terra de dinossauros, cavernas com pictografias únicas de mais de 9000 anos, glaciares, belas cavernas subterrâneas entre outros cenários de beleza única.

 

Esta entrada también está disponible en: Espanhol, Inglês

¿Qué te pareció la publicación?

Loading Facebook Comments ...